O Lugar no Ensino de Geografia: No Olhar dos/as Estudantes

Luciana Vieira

Resumo


O artigo a seguir faz um relato de atividade pedagógica desenvolvida no primeiro bimestre do ano de 2013 com três turmas de 5ª série do ensino fundamental na E.B Dr. Ivo Silveira, situada no município de Paulo Lopes /SC. A atividade trabalha a categoria de análise LUGAR, a partir de imagens produzidas pelas próprias crianças de seu local de moradia. Fizemos uma reflexão do ensino do lugar em Geografia a partir do espaço vivido dos próprios sujeitos de aprendizagem. Traz o município como unidade espacial de estudo e sua relevância associada a leitura do lugar no mundo. Trata do conceito de identidade articulado a vivência e experiência em comunidade e finaliza com abordagem da concepção histórico-cultural de aprendizagem. As atividades realizadas tiveram como tema principal o conceito de LUGAR e PAISAGEM, conteúdo trabalhado no início do ano letivo, e foram objetivos: conhecer seu lugar e características das paisagens que constituem seu espaço vivido; observar detalhes e descrever elementos da paisagem local e seu local de moradia; fotografar seu lugar de moradia e vizinhança para apresentação aos demais colegas de classe; Identificar a integração do lugar com a paisagem, a interação dos elementos naturais com os construídos pelo ser humano e perceber sua existência e interatividade com o lugar e atuação na paisagem. A metodologia utilizada foi a observação e análise a partir de fotografias feitas pelas próprias crianças de seu espaço vivido que posteriormente com auxílio de equipamento de multimídia socializaram com colegas da turma. As crianças se sentiram bem, falando de um lugar comum, conhecido, mas era seu lugar, sua paisagem, apresentaram com orgulho e sentimento de pertencimento, ou seja sua identidade.

 


Palavras-chave


Ensino; Lugar; Geografia; Identidade e Paisagem.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSN 2359-1870

v. 2, n. 1, nov. 2017