O Subúrbio Carioca em Dom Casmurro: O Diálogo entre Geografia e Literatura como Metodologia de ensino de Geografia

Adriana Carvalho Silva

Resumo


RESUMO
Apresentação: Analisa a relação Geografia e Literatura em Dom Casmurro. Objetivo: refletir uma metodologia de trabalho na educação básica para o ensino de Geografia, especialmente no estudo da expansão urbana da cidade do Rio de Janeiro e o conceito de subúrbio que é próprio dessa cidade. Metodologia: Dom Casmurro é analisado nessa pesquisa sob o conceito da ambientação, o que permitiu que novos elementos fizessem parte da composição do espaço geográfico investigado, a exemplo do leitor, das diversas “lacunas” do texto. Conferimos nessa pesquisa como o aparente vazio de referências geográficas e um texto lacunar, como é o romance Dom Casmurro, podem viabilizar uma leitura geográfica.A metodologia da geografia literária proposta nesse trabalho consiste em identificar as ambientações presentes no romance para tentar compor o cenário urbano; reconhecer as estratégias narrativas do texto, tal como a intertextualidade, como elementos potencialmente capazes de qualificar o espaço urbano, analisando-as.Conclusão: Podemos perceber que a noção de subúrbio presente em Machado de Assis difere daquela que a identifica como moradia das classes desfavorecidas, como foi difundida, por exemplo, por Lima Barreto, um pouco mais tarde. Dom Casmurro insinua um espaço habitado por antigas fazendas e sítios, um vestígio da metade do século XIX, quando a região contava com numerosos solares na Tijuca, no Engenho Velho, no Andaraí, e mesmo no Engenho Novo.

 


Palavras-chave


Cidade; Subúrbio; Literatura.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015



Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSN 2359-1870