Padrões de crescimento e integração da economia regional brasileira no século XX e início do XXI

Beatriz Tamaso Mioto, Pietro Caldeirini Aruto, Fernando Cézar de Macedo

Resumo


O objetivo deste artigo é apreender historicamente os determinantes gerais dos padrões de integração da economia brasileira e as principais consequências das opções da política econômica para o desenvolvimento regional do país. Nessa abordagem, são confrontados dois períodos específicos: o processo de industrialização no período 1930-1980 e a emergência posterior do padrão neoliberal de especialização produtiva. Embora em ambos as características espaciais do subdesenvolvimento persistam, os condicionantes internos e externos, sintetizados na política econômica, são distintos. No primeiro, as desigualdades regionais aumentam diante de um processo de integração nacional e crescimento econômico. No segundo, o aparente movimento de convergência de renda média e de estrutura econômica revela um modelo de baixo crescimento que não é capaz de aprofundar a integração e nem confrontar os determinantes da dependência externa.


Palavras-chave


integração regional, Brasil, subdesenvolvimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.