Centro Sapiens: economia criativa aplicada no centro histórico leste de Florianópolis

Luiz Salomão Ribas Gomez, Daniele Diniz Warken, Renato Buchele Rodrigues

Resumo


Neste artigo apresentamos o processo de implantação do Distrito Criativo Centro Sapiens, projeto de revitalização e revisitação urbano do Centro Histórico Leste de Florianópolis por meio da construção de um polo de Economia Criativa, criado pelo Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (LOGO|UFSC) e desenvolvido por ele com apoio do Sapiens Parque, do Laboratório VIA e por um rol de apoiadores que fazem parte do Conselho Gestor do empreendimento. São apresentados os conceitos de Economia e Cidade Criativa que fundamentam o projeto e o benchmarking que foi utilizado para validar as ideias que foram trazidas da teoria. Por fim, se apresenta o projeto, sua implantação, suas primeiras ações e os resultados alcançados nos dois primeiros anos.


Palavras-chave


Economia Criativa; Cidade Criativa; Centro Sapiens; Florianópolis.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ASHEIM, Bjørn; HANSEN, Høgni Kalsø. Knowledge bases, talents, and contexts: On the usefulness of the creative class approach in Sweden. Economic Geography, v. 85, n. 4, p. 425-442, 2009.

BIANCHINI, Franco; LANDRY, Charles. The creative city. Londres: Demos, 1995.

BOP CONSULTING (Reino Unido). British Council (Org.). Guia prático para o mapeamento das indústrias criativas: série economia criativa e cultural/2. Londres: Odai, 2010. 62 p. (Economia Criativa e Cultural).

COMUNE DI BOLOGNA (Itália). Urban Center Bologna. Verso il Piano per l’Innovazione Urbana di Bologna. Bolonha, 2016. 40 p. Disponível em: Acesso em: 31 jul, 2017.

FLORIDA, Richard. The rise of the creative class. Nova York: Basic Books, 2002.

_________. Cities and the creative class. Nova York: Routledge, 2005.

_________. A ascensão da classe criativa. Porto Alegre: LP&M, 2011.

GASPAR, Jadhi Vincki. MENEGAZZO, Carolina. FIATES, José Eduardo. TEIXEIRA,

Clarissa Stefani. GOMEZ, Luiz Salomão Ribas. A Revitalização de Espaços Urbanos:

o Case do Centro Sapiens em Florianópolis. In: CONFERÊNCIA ANPROTEC DE EMPREENDEDORISMO E AMBIENTES DE INOVAÇÃO, 26., 2016, Fortaleza, CE. Anais … Brasília: ANPROTEC, 2016. p 788-809.

GRANDI, Roberto. Bologna City Branding Project. In e-Revista LOGO v.4 n.1. Florianópolis: Incubadora de Periódicos UFSC, 2015

LANDRY, Charles. The creative city: a toolkit for urban innovators. Londres: Comedia and Earthscan Publications, 2000.

LORENTZEN, Anne. Cities in the experience economy. European Planning Studies, v.17, n.6, pp. 829–845, 2009.

QIAN, C. Seize the state, seize the day? Business-government relations in a transition economy. Hong Kong: Hong Kong University of Science and Technology, 2010.

REIS, Ana Carla Fonseca. Cidades criativas: análise de um conceito em formação e da pertinência de sua aplicação à cidade de São Paulo. 2011. 297f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, 2011.

TARACHUCKY, Laryssa. Sistematização da aplicação do Brand DNA Process no design de marca de cidades criativas: caso Projeto Rota da Inovação, Florianópolis Laryssa Tarachucky; Florianópolis, SC, 1 40 p. 2015.

TREMBLAY, D. G.; DARCHEN, S. The creative class thesis and the mobility patterns of knowledge workers considering the place of birth: The case of Montreal. International Journal of Knowledge-Based Development, v.1, n.3, p.176-203, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.