O lugar da discussão estratégica e o nível reflexivo em Design

Gabriel Gallina Jorge, Filipe Campelo Xavier da Costa

Resumo


O contexto atual tem exigido das organizações um maior discernimento a respeito de sua capacitação estratégica. O artigo trata do papel fundamental do design enquanto articulador da discussão da estratégia nas organizações. É através do design thinking que a lógica do design ganha contornos mais acessíveis para que esta discussão ocorra. Neste sentido, o artigo discute o emprego de cenários através do instrumento Way to Grow, criado pela IDEO, onde o designer assume o perfil de facilitador na condução das organizações pelo deslocamento de níveis de reflexão.


Palavras-chave


Design estratégico; Estratégias organizacionais; Metaprojeto; Design thinking.

Texto completo:

PDF/A

Referências


BORJA DE MOZOTA, B. Design Management: Using Design to Build Brand Value and Corporate Innovation. 1ª Edição. New York: Allworth Press, 2003.

BROWN, T. Design Thinking. 11ª Edição. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COOPER, R. Corporate Design Strategies / The Design Agenda: A guide to successful design management. United Kingdom: Wiley & Sons, 1995.

FRANZATO, C. O design estratégico no diálogo entre cultura de projeto e cultura de empresa. Strategic Design Research Journal, São Leopoldo, n.3. Set-Dez. p. 89-96, 2010.

FRANZATO, C. O processo de inovação dirigida pelo design: um modelo teórico. REDIGE, v.2, n.1. p.50-62, 2011.

FRANZATO, C; DEL GAUDIO, C; BENTZ, I; PARODE, F; BORBA, G; FREIRE, K. Inovação cultural e social: design estratégico e ecossistemas criativos. In. FREIRE, K. (org). Design estratégico para a inovação cultural e social. 1ª Edição. São Paulo: Kazuá, 2015, p. 157-182.

GIACCARDI, E. Metadesign as an Emergent Design Culture. Leonardo, v. 38, n. 4, p.342-349, 2005.

JACOBY, R.; RODRIGUEZ, D. Innovation, Growth, and Getting to Where You Want to Go. In. LOCKWOOD, T; WALTON, T. Building Design Strategy. New York: Allworth Press, 2007, p.43-54.

LOCKWOOD, T. Transition: becoming a design-minded organization. In. LOCKWOOD, T. Design Thinking: Integrating Innovation, Customer Experience, and Brand Value. New York: Allworth Press, 2010, p. 81-95.

MANZINI, E. A laboratory of ideas: Diffuse creativity and new ways of doing. In. MERONI, A. Creative Comunities. Milão: PoliDesign, 2007, p.13-15.

MANZINI, E; JÉGOU, F. Design dos cenários. In. BERTOLA, P; MANZINI, E. Design multiverso. Milão: PoliDesign, 2006, p. 189-207.

MERONI, A. Strategic design: where are we now? Reflection around the foundations of a recent discipline. Strategic Design Research Journal. n.1. Jul-Dez. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2008, p.31-38.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2011.

PAVITT, K. Building the innovative organization. In. TIDD, J.; BESSANT, J. Managing innovation. United Kingdom: Wiley & Sons, 2008, p. 467-521.

PORTER, M. What is a strategy? Harvard Business Review, Nov-Dez. p.61-79, 1996.

RITTEL, H; WEBBER, M. Dilemmas in a general theory of planning. Policy Sciences IV. Elsevier. p.155-169. 1973.

SCHÖN, D. Educando o Profissional Reflexivo. Porto Alegre: Artmed, 2000.

VAN ONCK, A. Metadesign. Produto e linguagem. v. 1, n. 2, p.27-31, 1965.

ZURLO, F. Design Strategico. In. XXI Secolo, vol. IV, Gli spazi e le arti. Roma: Enciclopedia Treccani, 2010. Disponivel em Acessado em 26 de Abril de 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.