A Hermenêutica de profundidade e o design gráfico para a persuasão

Ana Luisa Boavista Lustosa Cavalcante, Israel de Alcântara Braglia, Vanessa Tavares de Oliveira Barros, Francisco Antonio Pereira Fialho, Carlos Augusto Monguilhott Remor

Resumo


O poder da mídia em uma sociedade tem sido estudado e discutido em várias áreas do saber. A interpretação dos produtos de Design Gráfico pelos usuários pode ser uma questão em que a hermenêutica e a psicanálise podem contribuir já que a primeira é a ciência da interpretação e a segunda refere‐se à ciência que estuda o comportamento e processos mentais. Este artigo apresenta a metodologia Hermenêutica de Profundidade e sua utilização na interpretação do design de peças gráficas de persuasão. Realizou‐se um levantamento de dados, em referências bibliográficas, de algumas formas simbólicas e propagandas de guerra, demonstrando o Design Gráfico a serviço do controle e da influência. A utilização de imagens de figuras humanas, por vezes, personalidades conhecidas pelo público foco de determinada campanha tem a função de convencer, impor uma ação ou por muitas vezes quebrar paradigmas ao mudar um pensamento.

Palavras-chave


Design gráfico; Persuasão; Hermenêutica de Profundidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.