Análise de riscos: identificação e descrição dos riscos no desenvolvimento de um empreendimento imobiliário na visão de um investidor não gestor

Gonçalo Sardinha Figueiredo, Artur Santa Catarina

Resumo


O presente trabalho apresenta de forma sucinta a aplicação de uma metodologia de análise de riscos para identificar e descrever os principais riscos aos quais investidores estão sujeitos na participação em empreendimentos da construção civil voltados ao setor privado.  Para isso o setor da construção civil é brevemente descrito onde são apresentadas as principais formas de associação disponíveis para se participar como investidor neste tipo de negócio. Dentro destas organizações, é dado foco sobre os investidores não técnicos, que são os investidores de capital que não necessariamente possuem conhecimento sobre a Engenharia Civil e nem atuam como participantes de empresas especialistas nesta área. A identificação dos riscos foi feita por meio de pesquisas na literatura do setor, entrevistas com profissionais da área e ainda por meio do estudo do caso de um edifício residencial. A metodologia aplicada tem como referência os processos de Gerenciamento de Riscos do Project Management Institute (PMI) e ainda outras referências importantes para a área. O estudo restringiu-se à análise dos riscos, sem englobar as etapas seguintes do gerenciamento de riscos. Os riscos do empreendimento foram categorizados em riscos técnicos, organizacionais, de gerenciamento de projetos e externos e a seguir descritos, apontando-se os principais impactos e ainda e das preocupações que devem ser tomadas pelos investidores.


Palavras-chave


Análise de riscos; Gerenciamento de riscos. Empreendimentos imobiliários

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANVUUR, A.M.; KUMARASWAMY, M.M. Conceptual model of partnering and alliancing. Journal of Construction Engineering and Management, v. 133, n. 3, 2007.

ASSAF, A. N. Mercado Financeiro. 10° ed., São Paulo: Atlas, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. NBR ISO 31000. Gestão de Riscos: princípios e diretrizes. 2009.

AZEVEDO, R.C. et al. Avaliação de desempenho do processo de orçamento: estudo de caso em uma obra de construção civil. Porto Alegre: Ambiente Construído, 2011.

CREPALDI, S.A. Contabilidade gerencial: teoria e prática. São Paulo: Atlas, p. 27, 1998.

DAFT, R.L. Administração: 6 ed. São Paulo: Pioneira, p. 125, 2005.

DOONAN, P.F. Fishing and risk management. New York: Risk Management. v. 48, n. 12, p 48, dez. 2001.

DORNELAS, J. C. A. Transformando ideias e negócios. 2° ed., Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

FINNERTY, John D. Project finance: engenharia financeira baseada em ativos. Editora Qualitymark, Rio de Janeiro, 1998.

GOLDMAN, P. Introdução ao planejamento e controle de custos na construção civil brasileira. 4. ed., São Paulo: Pini, 2004.

HISRICH, R.; PETERS, M. Empreendedorismo. 5. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

International Organization for Standardization - ISO. IEC/FDIS 31010. Risk management: Risk assessment techniques, 2009.

LIMA JR, J.R. Análises econômica de empreendimentos de longo horizonte de maturação: indicadores avançados para análise da qualidade do investimento. Boletim Técnico da Escola Politécnica da USP, Departamento de Engenharia de Construção Civil. São Paulo, 2001.

MAI, A. F. O Perfil do empreendedor versus a mortalidade das micro e pequenas empresas comerciais do município de Aracruz/ES. 2006. Dissertação de Mestrado. FUCAPE, Vitória.

MAIA, F. Sociedade de Propósito Especifico. 2010.Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2014.

PLISSON, J. et al. An Ontology for Virtual Organization Breeding Environments. IEEE transactions on systems, man, and cybernetics – part c: applications and reviews. v. 37, n. 6, Pages1327-1341, 2007.

POSSI, M. Capacitação em Gerenciamento de Projetos. 2ª Edição. Rio de Janeiro: Brasport, 2004.

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMI. Um Guia do Conjunto de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos – PMBOK. 5. ed. Pennsylvania, 2013.

SÁBADA, S. et al. Project risk management methodology for small firms. International Journal of Project Management, v. 32, n. 2, p. 327-340, 2014.

SANTA CATARINA, A. Análise de Riscos em Projetos de Infra-estrutura: modelando a interface entre o gerenciamento de riscos de investidores e gestores em dois projetos do setor elétrico brasileiro. 2008. 156 p. Tese (Doutorado em Engenharia) – Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

SINDICATO DA INDÚSTRIA DE CONSTRUÇÃO CIVIL. SINDUSCON-SP/FGV. Construção estima crescer 2,8% em 2014. 2014. Disponível em:. Acesso em: 28 maio 2014.

______Conjuntura da construção civil. Ano XIII, No. 1. Março de 2015. São Paulo - SP.

TAILLANDIER, F. et al. A multi-agent model to manage risks in construction project (SMACC). Automation in Construction, v. 58, p. 1-18, 2015.




e-ISSN 2175-8018


Creative Commons License
IJIE - Iberoamerican Journal of Industrial Engineering foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Iberoamerican Journal of Industrial Engineering. Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas. Florianópolis, SC, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial do IJIE, encaminhe um e-mail para periodico.ijie@gmail.com ou ijie@contato.ufsc.br